Habitação

Habitação Relvas

Marcada pela simplicidade dos seus volumes, resultando um alçado em forma de "s".

A arquitetura surge com base numa reabilitação de uma moradia na localidade de Relvas, Santa Catarina e concelho de Caldas da Rainha. Após uma integração no espaço urbano que respeita a sua natureza, tanto na sua geometria, como na fruição dos seus espaços e contrariando ainda a ideia do espaço pré-existente, surgiu a intenção de expandir a zona verde para tornar este um espaço mais permeável e agradável. Essa expansão permitiu à habitação um melhor enquadramento com a sua envolvente e a existência de uma linguagem mais contemporânea, marcada pela simplicidade dos seus volumes, resultando um alçado em forma de “s”, que nos remete para uma relação de interior/exterior, quer no modo como faz este jogo entre cheio/ vazio, na sua organização do espaço e na forma como são implementados os seus materiais.

Através das texturas e da cor, em que os pavimentos são compostos por madeira flutuante e “pedra” nas instalações sanitárias, as paredes interiores são executadas em gesso cartonado, as fachadas em sistema de etics e a cobertura oculta de duas águas. No piso térreo funciona a sala e a cozinha, num conceito de "openspace", dispostos a nascente/ sul e no piso superior funciona a zona mais privada da casa a nascente/ sul, os quartos, em que é possível usufruir das vistas para o exterior em ambos. Todos estes fatores complementam esta conjugação de formas de vivenciar o espaço que influenciam a arquitetura no seu todo.