Habitação

Habitação Antunes

Numa linguagem contemporânea que assinala a simplicidade dos seus materiais e do seu volume.

Este projeto encaixa no centro do lote de um terreno espaçoso com um declive acentuado em relação ao arruamento público, que respeita a sua morfologia e alinhamento com o existente. Numa linguagem contemporânea que assinala a simplicidade dos seus materiais e do seu volume, existe uma intenção clara de aproveitamento da paisagem e de controlo sobre a sua exposição solar, através do jogo arquitetónico entre o cheio/ vazio.

A casa, orientada a Nascente/ Sul, materializa nas suas paredes exteriores um acabamento em Etics e no interior em pladur, pavimento em madeira flutuante e cerâmico nas instalações sanitárias e cozinha, e, em madeira tipo “deck” nas varandas e alpendres. Num corpo com uma matriz ortogonal que se divide em 3 pisos, o piso térreo ao nível do arruamento contempla os espaços diurnos coletivos e privados, o piso 2 localiza os espaços privados noturnos e o piso -1 funciona como cave para garagem e áreas técnicas. A cobertura é oculta de duas águas e o espaço vazio entre o edifício e a extremidade do lote permite um logradouro ajardinado.